website statistics

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

A Índia é um país racista?


Eu não sei responder, não sou indiana e nunca fui à Índia. No entanto, recentemente pus-me a pensar sobre este assunto. Um post recente do camarada cinéfilo Ibirá Machado mostrou que não sou a única com estas questões existenciais :)

Esse mulherão que aí está na foto é a indiana Anchal Joseph, que participou na 7ª temporada do programa America's Next Top Model e que vi recentemente no programa da Tyra Banks, lamentando-se do facto de sempre se ter considerado feia dentro dos padrões indianos por ser tão escura. Como é que é?!
Há coisas que tomamos por garantidas e uma delas é que uma mulher bonita é sempre uma mulher bonita, independentemente do contexto. Ou será que não é?

Tem havido alguma celeuma por causa da questão do tom de pele, nomeadamente por causa de produtos como Fair & Lovely, da Unilever (que eu não usaria nem morta porque é uma empresa conhecida por fazer testes em animais), que serve basicamente para uniformizar e clarear a pele.
Alguns anúncios deste produto mostram inclusivamente este tipo de racismo em acção ao apresentar raparigas que, numa mesma situação, têm mais sucesso após clarearem a pele.

Eu sei que possivelmente terá a ver com questões associadas com castas, com uns falarem línguas dravidianas e outros arianas, enfim, assuntos que eu não domino.

Mas o facto é que a Índia é um país gigante com todo o tipo de pessoas, desde gente com ar asiático a pessoas com aspecto africano e no cinema practicamente só vemos representados os "branquinhos" da sociedade.

Eu sei que são milhares de anos de cultura da cor da pele, mas fico tristinha por pensar que um enorme segmento da população não é representado no cinema ou, pior ainda, não se queira ver representado por ter tão enraízado o preconceito.

5 comments:

Niketu Majithia disse...

Definitivamente tal como acontece em todos os países, há pessoas boas e menos boas…
A Índia não é uma excepção!!!

Um presente para os fás

http://www.rajshri.com/mahabharat/index.asp

Ibirá Machado disse...

Excelente postagem! Embora você coloque não dominar essa questão na Índia, conseguiu expor os fatos plenamente!

Bom, tampouco eu posso afirmar com convicção sobre o racismo na Índia, mesmo tendo estado lá por um tempo. O fato é que vi preconceitos muito além do simples racismo, de cor. O preconceito de cor lá é mais velado que os outros até, o que pode inclusive ser pior. Na rua não se esquivam dos "mais escuro", enquanto se esquivam hindus de muçulmanos, brahmins de dalits. No entanto, dentro de uma mesma casta, na hora de casar, "procuro por uma mulher bonita, branca, etc etc etc..."; na hora de fazer o filme "ah, desculpe-me, você é escura demais para nós". Por sorte essa questão não chegou tão forte nas indústrias de cinema do sul da Índia. Também pudera, já que lá são todos mais escuros mesmo.

A questão vai longe...

Abraço!

barbarella disse...

Ena, o meu blog tem um seguidor! Já acrescentei um gadget orgulhoso ao layout, eheheh.

Obrigada pela dica, Niketu ;)

Le Rachelet disse...

Eu vi esse show da Tyra! Também não fazia ideia de que os indianos sofriam do mesmo preconceito que os pretos (e digo pretos e não africanos porque estou a falar de negros de todos os continentes, embora considere «negro» um termo ainda mais depreciativo pela condescendência que implica). Parece que a ideia de que, quando mais clara a pele, superior quem a leva... será que alguma vez vai desaparecer este disparate?

barbarella disse...

Pois não sei... é debate para filme do Spike Lee!

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens