website statistics

domingo, 1 de fevereiro de 2009

A música de AR Rahman - a propósito de Slumdog Millionaire

AR Rahman é o compositor indiano da banda-sonora de Slumdog Millionaire, o filme mais recente do britânico Danny Boyle, que realizou um dos meus filmes preferidos, 28 Dias Depois (sim, eu levo a ameaça zombie muito a sério, porquê?).

A música de Slumdog Millionaire, que conta a história de um rapaz das barracas que ganha o concurso "Quem Quer Ser Milionário?", foi nomeada para um Oscar, o que só mostra o quanto este prémio é impermeável a profissionais não anglo-saxónicos. Porque verdade seja dita, não fosse este um filme de um realizador inglês conhecido e a banda-sonora de Slumdog Millionaire tinha passado completamente ao lado dos americanos.

AR Rahman é indiscutivelmente o compositor indiano contemporâneo mais popular. E Slumdog Millionaire nem de longe é a sua melhor banda-sonora. Mas é a que acompanha um filme ocidental mainstream, lá está.

Rahman foi já descrito pela imprensa internacional como sendo "o Micheal Jackson da Índia" (isso é suposto ser um elogio?) e M.I.A, que trabalhou com ele em SM, descreveu-o como "o Timbaland indiano". Aqui há alguma verdade, pois tal como acontece com Timbaland, conseguimos sempre saber quando uma faixa foi trabalhada por Rahman. Mas acabam-se aí as comparações, pois o facto é que Timbaland soa sempre ao mesmo e Rahman nem por isso.

Se quiserem saber a minha opinião (querem?) AR Rahman assemelha-se mais a Andrew Lloyd Webber e à equipa que compõe as músicas dos filmes da Walt Disney, na medida em que produz sempre excelentes músicas que enriquecem os filmes em questão, abrangendo uma quantidade louca de estilos musicais.

Se pensarmos nisso, a Índia é um país musicalmente priveligiado, uma nação onde convergem várias línguas e influências musicais. AR Rahman tem obviamente bons conhecimentos da música de influência islâmica assim como dos estilos clássicos do sul da Índia. Além disso, domina completamente a sonoridade electrónica do chamado Asian underground, da música erudita ocidental, do bhangra, enfim, creio que é um compositor que consegue fazer tudo aquilo a que se propuser.

Acima de tudo, acho que vale a pena ouvir AR Rahman pelo facto de a sua única ser tão orgânica, parece sempre que estamos a ouvir música gravada junto a uma cascata, no meio de uma montanha, no coração de uma cidade, mas nunca dentro de um estúdio.

Aqui fica uma das minhas preferidas, Barso Re do filme Guru, de 2007. É cantada por Shreya Ghoshal e quem dança é a deusa Aishwarya Rai. Uma achega: a música e esta cena em particular são praticamente as únicas coisas que valem a pena no filme.

4 comments:

Ibirá Machado disse...

AR Rahman é mesmo muito bom. Quanto às comparações que fazem a ele, é difícil... na verdade, por que comparar? Michael Jackson?? Onde? Enfim...

E Slumdog não foi indicado a um Oscar apenas, mas dez! Foi o segundo filme com maior número de indicações da Academia para este ano, atrás de Benjamin Button.

E o filme Guru fez mais sentido pros indianos. Ele é diretamente baseado na história real de Dhirubhai Ambani, o fundador do mega grupo industrial Reliance. Hoje esse grupo é o maior da Índia, à frente da Tata, e, para se ter uma idéia, os dois filhos que herdaram o grupo após a morte de Dhirubhai estão hoje entre os 5 mais ricos do mundo. Sim, dentre os 5 mais ricos do mundo estão dois indianos, sendo ambos donos da mesma empresa. Então esse filme fez muito sucesso na Ínidia, pois os indianos têm certa veneração pelo grupo Reliance (além de, é claro, o filme ter sido protagonizado pelo casal Aishwarya e Abhishek Bachchan...)

Le Rachelet disse...

Pena, a fotografia também parece interessante.

barbarella disse...

Pois é, quando vi o filme Guru houve alturas em que achei que o filme tinha sido encomendado pela empresa. Gosto de filmes mais centrados nas emoções e Guru é um filme muito frio, muito focado na parte do sucesso financeiro e há até algumas cenas (já não recordo quais) em que a prepotência da personagem do Abhishek é passada como uma coisa positiva.

Para quê mentir? Só comprei o filme para ver o Abhishek e a Aishwarya juntos, muhahahahahah!

Mafalda disse...

Eu acho que o A.R. Rahman é um génio da música e é uma pena que ele não seja mais conhecido. Quanto à música barso re, é definitivamente uma das minhas preferidas dele.

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens