domingo, 17 de maio de 2009

Saju George no Museu do Oriente

O bharatanatyam é uma dança elegante, de grande impacte visual. Proveniente dos templos do estado de Tamil Nadu, no Sul da Índia, esta dança milenar é a mais antiga das principais formas de dança clássica da Índia.

Os bailarinos, nas suas coreografias, apresentam gestos e movimentos representativos da mitologia, filosofia, épica, histórias antigas, temas contemporâneos e de outras experiências da vida.

Oriundo de Calcutá, Saju George Moolamthuruthil, s.j., mais conhecido por O Jesuíta Bailarino, é um artista dinâmico e único, com uma rara visão e paixão pela arte e cultura da Índia e um brilhante bailarino de bharatanatyam.

Presente nos palcos há cerca de 15 anos, Saju George, s.j. tem tido a preocupação de conjugar a dança com a sua fé católica e o seu sacerdócio, encarando a arte como um meio efectivo de integração espiritual e transformação social.

Nos últimos anos, Saju deu mais de 200 espectáculos na Índia e por todo o Mundo, usando quer temas hindus, quer temas cristãos. Ora recorre a imagens de Radha-Krishna e de Shiva-Parvati, ou a imagens da crucificação e ressurreição de Cristo.

Para o Jesuíta Bailarino, a dança significa oração e adoração, auto-conhecimento e realização divina, deleite estético e integração cósmica, serviço social, promoção da paz e harmonia inter-religiosa, ecumenismo e muito mais. Ele acredita fortemente no poder da arte e, de um modo especial, da dança e da música.

Saju George é também director de vários centros de arte e cultura e de desenvolvimento social, tais como o Kalahrdava, a Art Peace Foundation e o Shanti Nir, em Calcutá.

29 Maio
Auditório
21.30
Preço: € 15,00
M/6
Duração aprox.: 120 minutos, com intervalo

[reitirado do site do Museu do Oriente]

0 comments:

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens