domingo, 9 de agosto de 2009

Onde posso comprar filmes indianos?

Já fizemos um ou dois posts sobre este assunto mas hoje tentarei ser o mais abrangente possível.

O motivo que me levou a criar este blog foi ter percebido que, como eu, há muitos portugueses sem qualquer relação com a Índia que gostam de ver filmes indianos. E que nem sempre os encontram.

No tempo dos meus pais havia vários cinemas em Lisboa e no Porto a exibir filmes indianos regularmente e houve alguns que alcançaram um grande sucesso por cá. Até me lembro vagamente de ver filmes indianos na TV - OK, se calhar estou a fantasiar, já não sei...
Em Lisboa, no Cinestúdio 222 (ao Saldanha) assim como no Alvaláxia ou no Colombo chegaram a ser passados filmes indianos mas sinceramente já não sei se isso acontece (pessoal que vive em Lisboa, dêem-me aqui uma ajuda).

Quanto aos filmes para uso doméstico, eu sei perfeitamente que as torrents existem e o Rapid Share também e tudo isso. Mas só recorro a estes meios quando não encontro mesmo os filmes à venda. Ou quando só estão editados na Índia e custariam uma fortuna para encomendar.
Como consumidores, eu acredito que temos deveres. E acho que se queremos que os filmes continuem a ser produzidos, temos de fazer algo por isso. Como comprá-los.
Do mesmo modo, como é que as lojas vão saber que devem ter filmes indianos à venda se nós não os comprarmos ou não perguntarmos por eles? Pois.

Depois deste parágrafo moralizante, cá vão as minhas sugestões de compras ordenadas por grau de acessibilidade:

Lojas
Começando por Lisboa, o melhor sítio para ir às compras de filmes é no Martim Moniz. Os dois centros comerciais têm lojas com filmes à venda a partir de 5€ (ou menos, se houver promoções) e há uma grande variedade de títulos, tanto antigos como actuais.
Ao sairmos do Martim Moniz em direcção à estação do Rossio, temos também uma loja de produtos indianos onde há filmes à venda, sendo que alguns deles não se encontram à venda em mais lado nenhum. Temos também a Chic e a Aquário (ver menu lateral), na Av. de Roma e na R. da Prata.
Obviamente que há muito mais lojas na zona de Lisboa e arredores, eu é que não as conheço a todas. O segredo está em perguntar nas lojas de produtos indianos, sejam elas mercearias ou lojas de roupa, onde é que existem filmes à venda. Às vezes a própria loja tem filmes só que não estão expostos.

Passando para o Porto, é obrigatória uma ida à Manraj, em Cedofeita. Os filmes são sensivelmente os mesmos que se vendem no Martim Moniz e aceitam-se encomendas.
Na zona da Baixa conheço pelo menos três lojas que vendem filmes. Uma na Sé, outra junto à Batalha e outra em Sta. Catarina. Os títulos aqui são completamente díspares e há filmes com boas edições a partir de 3€.

No El Corte Inglés, Fnac e Media Markt também costuma haver filmes indianos, normalmente escondidos entre os filmes asiáticos. Infelizmente, os filmes nestas lojas são mais caros, e o desprezo de alguns funcionários (da Fnac) quando perguntamos especificamente por cinema indiano é desencorajador. No entanto, a qualidade das edições vale muitas vezes o esforço.

Infelizmente não estou a par das lojas no resto do país, mas há sempre duas possibilidades para quem não pode ir até Lisboa ou ao Porto: perguntar nas lojas ou contactar as lojas no menu lateral e fazer uma encomenda. Um bom ponto de partida é ver o anúncio do nosso camarada blogger M. Kumar aqui. O que nos remete para o próximo tópico.

Internet
Em primeiro lugar, fazer compras na internet não requer cartão de crédito.
Quem tiver um cartão multibanco normal pode ir a uma caixa multibanco e fazer um MBNet. Fica com um nome de utilizador e PIN associados e sempre que quiser comprar algo vai ao site do MBNet e clica em Efectuar Pagamentos. É a coisa mais básica que há. O MBNet gera um número de cartão de crédito virtual com um plafond que nós atribuímos e basta depois fornecer esse número ao site no qual queremos fazer compras. O valor sai imediatamente do nosso saldo.

Para comprar DVD indianos, o meu site preferido para compras é a Amazon UK. A Amazon tem vendedores particulares que normalmente vendem os DVD a um preço mais baixo do que a própria Amazon. Normalmente, os DVD que encomendo ficam, já com portes, entre os 4€ e os 10€. Quando estão muito caros, espero pelas promoções.
Infelizmente, na Amazon practicamente só se arranjam filmes em Hindi (aquilo a que chamamos Bollywood), ficando de fora os filmes das outras indústrias regionais do cinema indiano.

O único site que conheço na Europa a vender filmes indianos de todas as regiões é o Bolly Market*, que tem preços bastante acessíveis mas cujos portes de envio para Portugal são 15,90€ em encomendas até 0,4kg. Para mim já considero bastante caro.
É a parte em que digo "passemos aos torrents"...

Para terminar, fica aqui a promessa de em breve falarmos de alguns filmes que marcaram o cinema indiano em Portugal e que ficaram gravados nas memórias de muitos dos nossos leitores.

[Actualização de Julho de 2011: o Bolly Market chama-se agora Singing Cinema e pode ser consultado neste link.]

9 comments:

Kuka disse...

Olá Bárbara, vivo em Lisboa e tanto quanto sei há já muitos anos k deixaram de passar filmes no Cinestúdio 222. Soube pelo Swagatam, o ano passado, k havia filmes indianos em exibição no Colombo e no Alvaláxia, ms axo k foi sol de pouca dura... Nunca mais soube de nenhuma sala de cinema em Lx k passasse filmes indianos. O k me disseram no Cinestúdio foi k havia pouca procura, sobretudo por parte da população de origem indiana. Uma pena!

Ibirá Machado disse...

Oba, adorei esse post! Com vossa necessária permissão, farei uma postagem exclusivamente pedindo para as pessoas verem esse seu artigo aqui, ok? Como recebo bastantes visitantes portugueses, acho que será bacana para colocar lá também, não? :)

bjao!

Rodolfo disse...

amigo Ibirá, o nosso objectivo é que mais pessoas possam partilhar a alegria de ver o cinema indiano e saber como o obter. é claro que tens a nossa autorização para postar sobre isso, referindo este artigo ou fazendo "copy paste"... como preferires.

abraços

bárbara disse...

Kuka, obrigada pela informação!
Tenho muita pena que assim seja, infelizmente a maioria das pessoas prefere arranjar filmes na internet do que ir ao cinema. Eu também sou mais amiga de ver filmes em casa, mas amava ver um filme indiano no cinema.

Ibirá, usa o post à vontade.
Eu tenho tentado encontrar algum site que venda filmes para o Brasil a preços razoáveis mas ainda não encontrei nenhum. Por isso, acho perfeitamente legítimo que no Brasil vocês recorram aos torrents. Ok, e o mesmo vale para o pessoal cá em Portugal que ficou desempregado com a crise, lol.

Ibirá Machado disse...

Barbarella e Rodolfo, obrigado, sairá amanhã no blog :)

E sobre usarmos torrents aqui, infelizmente é mesmo a nossa única opção, conforme disse na minha postagem sobre isso, tempos atrás. Mas luto - e vocês sabem disso - pra que tragam cinema indiano para nós. Parece-me que a questão de um país ter ou não distribuição de filmes indianos vincula-se à presença ou não de uma comunidade indiana no local, o que é um fato triste...

Profª Sandra disse...

Namaskar
Vim aqui pela indicacao do Ibira Machado em seu blog.
Este seu post eh um verdadeiro servico de Utilidade Publica.
Parabens!!!!!!!

Om Shanti

arleqvino disse...

..não tenho a certeza se esses chicos espertos do 222 são de fiar :/.. pelo que me diziam as sessões de cinema indiano ao fim de semana estavam sempre cheias (e pude comprová-lo pessoalmente pelo menos duas vezes) e grande parte do público eram indianos a viver em Lisboa e arredores.. parece-me que o que aconteceu, foi que a evidente falta de manutenção do cinema levou os espectadores a abadonarem a sala. Uma ou outra pequena associação que conheço tentou pegar no espaço e fazer alguns ciclos de cinema alternativo, mas as várias tentativas foram falhando. Não consigo dizer se a falta de público provocou a falta de manutenção ou o contrário, mas verdade seja dita que aconteceu o mesmo ao King (e ao Ávila) e quando esse fechar acaba-se o cinema independente em Lisboa..

bárbara disse...

Sandra, Obrigada! :)

Arleqvino, ao que soube o pessoal da Zero em Comportamento, que lá exibia filmes "alternativos", começou a andar às turras e separaram-se. É o que consta. Mas lamento que os filmes tenham acabado :/

Nuno Romeu Alves disse...

Adorei tudo o que aqui está escrito.Tenho 43 anos mas recordo-me como se fosse hoje de ir com os meus pais ao cinema Vale formoso aqui no Porto. Lá vi Sofrimento de amor, Bobby, Passado inesquecivel, O martirio de Avinash entre outros. Adoro as músicas. Zeenat Aman, Rajesh Khanna, Sharmila tagore, Feroz Khan, Shashi Kapoor, Raj Kapoor, Neetu Singh,Amitab Bachan entre outros são fantásticos. Recordo as salas de cinema sempre cheias e com várias sessões esgotadas e as pessoas quando saiam com a lágrima no cantinho do olho.....Saudades......Tenho alguns filmes cá em casa que a cada passo mato saudades....Bem haja pelo que aqui foi publicado e dito.....

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens