sexta-feira, 2 de abril de 2010

Cartaz - Raja Harishchandra

Raja Harishshchandra foi o primeiro filme, com mais de uma hora (embora alguns digam que teria apenas 40 minutos), produzido na India no ano de 1913. Filme mudo, realizado por Dadasaheb Phalke e tem a caracteristica de todos os papéis serem representados por actores masculinos, incluíndo as personagens femininas. É também o percursor em filmes que têm como base lendas retirado do Ramayana e do Mahabharata. Conta os sacrifícios do Raja do título para cumprir altos desígnios morais, sendo depois recompensado pelos deuses.



O cartaz é desprovido de imagem e é um bom exemplo do meio de comunicação utilizado na época um pouco pelo mundo inteiro, com texto e chamada tipo anúncio de jornal, com o interessante pormenor de referir que a obra tem um suporte de “in 5 reels – 7,000 feet long”. Foi o único cartaz que encontrei da altura da estreia e refere-se a uma nova sala de cinema, embora existam cartazes a cores, de exibições mais modernas e também de edições de vídeo. Este parece-me ser do remake de 1917, uma vez que reza a história que o original teria apenas 4 bobinas. De qualquer forma, pelo menos uma das versões pode ser encontrada em DVD.

5 comments:

Pedro disse...

Ta aí um filme que eu gostaria de ver :)
Texto muito interessante!

barbie-o disse...

Uau!
Arleqvino reporter de investigação.

Ibirá Machado disse...

[2] pro Pedro e pra Barbie!

Rodolfo disse...

(só uma adenda técnica, já agora)

se o filme tinha efectivamente 7000 pés (2133 metros) e era de 35mm (e filamdo a 24 frames por segundo), então a sua duração seria, de facto, de 75 minutos.

Rodolfo disse...

ok, correcção, tinha feito as contas para 16mm...

se for 35 mm, a duração é de sensivelmente 1,3 horas... o que curiosamente, é afinal cerca de 78 minutos...

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens