quarta-feira, 1 de junho de 2011

Nepali

Quando se compra um filme só pela capa, há sempre algum risco envolvido.
No caso de cinema tâmil com capas arrojadas, às vezes apanhamos um Naan Kadavul mas também nos pode sair um Nepali.

Nepali demonstra como uma história simples e muito bem filmada pode, com o argumentista errado, tornar-se num filme confuso e... bem, essencialmente muito confuso!

A sinopse do filme diz o seguinte: Karthik (Bharath) e Priya (Meera Jasmine) apaixonam-se e fogem, visto que a relação não é aprovada pela família dela.
Na nova residência, Priya torna-se vítima de um agente da polícia pervertido que tenta molestá-la.
Priya morre e  Karthik é condenado pelo seu homicídio.
Na prisão, Karthik conhece um nepalês que o inspira a vingar a honra das mulheres molestadas e a assassinar os homens que as vitimizam.

Até parece bom, não?

No entanto, estas três narrativas (Karthik apaixonado, Karthik na prisão, Karthik vingativo) são apresentadas paralelamente sem se perceber que partes são em flashback e deixando dúvidas algo pertinentes no ar: porque é que o primeiro Karthik usa peruca? Qual é o propósito de pegar num actor giro como Bharath e pôr-lhe um capachinho altamente disruptivo na cabeça? Não se percebe.
Na prisão, porque é que Bharath (agora sim, em todo o seu esplendor de anti-galã bonitinho) usa óculos?
E saindo da prisão, porque é que adopta um disfarce altamente reconhecível (ver primeira foto) e se comporta de forma bizarra e psicótica?

E porque é que há tantas cenas de sexo e canções sobre sexo e referências a sexo? Já sei, já sei. A maioria dos espectadores do cinema tâmil actual são jovens rapazes solteiros, etc e tal. Continuo a preferir o meu cinema indiano "limpinho" e insinuante q.b.

Em todo o caso, louvo a actuação de Bharath e a capacidade do realizador V.Z.Durai de manter algum dinamismo visual num filme que, de outra forma, perderia muito rapidamente o interesse.
Lamento que tenha sido eu a sugerir este filme à minha irmã como sendo a sua primeira compra de um DVD Kollywood. E sei que ela agora faz compras muito mais acertadas e de qualidade inquestionável. Constou-me que o último que arranjou foi Enthiran. Decerto já terão ouvido falar...

0 comments:

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens