website statistics

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Helen: the life and times of an H-Bomb

Jerry Pinto. Ora aqui está um homem que me percebe. Não é que este senhor se lembrou de escrever um livro sobre Helen, a magnífica, a única, a poderosa, prestando assim um enorme serviço cívico em prol de toda a comunidade Bollywood? É verdade, verdadinha, caros leitores, e se quiserem saber mais sobre esse mesmo livro, continuem a ler as linhas que se seguem.


Helen. O simples pronunciar de seu nome provoca em todos os seus admiradores um suspiro imediato, um brilhar de olhos instantâneo, um reflexivo sorriso parvo. Levantem o braço quem dentre vós não está sempre à espera daquele momento mágico do cinema indiano em que Helen entra em cena para executar uma daquelas coreografias que só Helen consegue? Eu confesso: é a sua alegria, ou se quisermos ser mais justos sem cair em pretensiosismos, a sua joie-de-vivre que me conquista e contagia e me deixa com o tal sorriso parvo durante os minutos mais que breves que duram os seus momentos musicais. Mas quem é Helen, a mulher por trás da actriz e quem foi realmente Helen, a actriz? São as respostas a estas perguntas que fundamentam o livro de Pinto e os resultados são o sonho de qualquer fã.


E o que ficamos a saber logo, logo de início é que Helen é uma senhora reservada e que não gosta muito de entrevistas. E que não abriu excepção para a escrita deste livro. O que quer dizer que Pinto, por muito que lhe tivesse custado e olhem que não foi por falta de tentativas, nunca chegou a falar directamente com Helen. Posto isto, um novo desafio se impunha: como se escreve um livro sobre uma lenda de Bollywood sem ter acesso directo à fonte que poderia tornar esse mesmo livro em algo verdadeiramente empolgante? Resposta: vendo os seus filmes e traçando a sua trajectória de actriz e dançarina ao longo dos anos. Fácil, não? Não. Não mesmo. Estima-se que Helen terá entrado em mais de 700 (!) filmes, o que não facilita em nada a tarefa. Mesmo nada. Daí que a tarefa de Pinto se tenha tornado quase hercúlea, dado o volume de material em questão. Mas, e repito, os resultados são o sonho de qualquer fã.


Pinto deve ter algo de obsessivo/compulsivo, porque a sua capacidade inata de catalogar os diferentes papéis d’Helen e de os subdividir em categorias para assim melhor nos apresentar o esboço que vai traçando ao longo do livro é simplesmente alucinante. E como se não bastasse, acompanha tudo isto com descrições enérgicas das igualmente electrizantes actuações d’Helen, contextualizando-as com o clima socio-político da altura para melhor compreendermos como tudo se passou. Para fãs d’Helen em particular e de Bollywood em geral, “Helen: the life and times of an H-Bomb” é um livro essencial.    

1 comments:

Carol disse...

Ah, que inveja! O livro parece maravilhoso, quero muito lê-lo!

Related Posts with Thumbnails
 
Template by suckmylolly.com - background image by mjmj lemmens